“O governo de Deus é maior que o governo da China”

Durante a conversão da maioria das pessoas ao cristianismo o primeiro desejo que se observa é o de levar o amor de Cristo às nações, mas com o passar dos anos o sonho parece se esvair com as ocupações da vida. Esse desejo, porém, não desapareceu dos corações dos pastores Leonardo e Vanessa Capochim. Existia uma vontade intensa de anunciar o evangelho às nações, só não sabia quando e onde.

Foi então que Deus surpreendeu o casal durante uma das orações matinais. O desejo colocado pelo Espírito Santo foi de ofertar quinze dias das férias para missões. A palavra China foi a primeira inspirada no coração do pastor Leonardo Capochim. A direção de Deus sobre os planos ministeriais foi repassada à esposa. A resposta dela para a solicitação foi simples e rápida: “Claro amor, iremos à China”.

Havia apenas o nome em mente, mas como ir à China? Como conseguir recursos suficientes? Deus começou a suprir as necessidades do casal. Enquanto livros de autorias do pastor Leo Capochim foram vendidos para custear a viagem, voluntários se ofereceram para ajudar nos gastos.

 

 

À medida que a verba estava sendo arrecadada, eles decidiram procurar a Secretaria de Missões da Lagoinha para obter informações sobre o lugar. E descobriram um casal de missionários que está há sete anos no país. Os missionários desenvolvem trabalhos nas escolas chinesas e auxiliam a população carente na construção de poços artesanais. Muitas pessoas decidiram pelo caminho de Cristo por meio do trabalho deles. A notícia do casal missionário mudou o rumo da viagem, o propósito passou a ser o de dar suporte em amor aos evangelistas.

 

Embora o casal tenha tido filhos na China, os filhos não são considerados chineses e, por isso, não usufruem de nenhum direito do país. Durante a gravidez de Maria (nome fictício da missionária) sofreu momentos delicados por não contar com assistência médica e apoio social do governo. Embora os dias sejam difíceis, João (nome fictício do missionário) afirma constantemente que é possível anunciar o evangelho porque o governo de Deus é maior do que o governo da China.Culto cristão realizado na igreja local

Com esse ideal de que o governo de Deus é superior ao do país asiático é que muitas igrejas têm falado fervorosamente do amor de Cristo em locais mais afastados da capital chinesa. Nesses espaços, há liberdade do Espírito Santo sem o acompanhamento direto das autoridades políticas. A pastora Vanessa conta que muitos cristãos chegam a andar duas horas por dia para cultuar a Deus

Vanessa e Leo Capochim apoiaram o casal em oração e financeiramente. Foram comprados uniformes novos para a escola de futebol e uma verba extra para auxiliá-los financeiramente foi deixada na casa dos missionários. Reuniões foram feitas com outros missionários que atuam na China. Durante os encontros, Palavra de conforto e ânimo deixaram os evangelistas mais revigorados com a obra do Senhor.

“Temos um coração voltado para as nações. Não sabemos se iremos um dia morar em outra nação, mas temos convicção que enviamos e preparamos  muitos missionários pelo Seminário Teológico Carisma. Com essa viagem tivemos ainda mais noção de que os missionários precisam e como  precisam ser capacitados”.

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.